Um único ovo tem mais de 50 nutrientes valiosos para a saúde

Isso mesmo, com mais de 50 nutrientes, o ovo fornece proteínas, aminoácidos, lipídeos, minerais, além de boa parte das vitaminas de que o nosso corpo necessita.

Entre seus inúmeros benefícios, ajuda a diminuir a incidência de doenças crônicas (cardiovasculares, diabetes, obesidade e hipertensão arterial), protege a saúde dos olhos, reforça o sistema imunológico, fortalece músculos e combate o envelhecimento precoce.

Um minucioso levantamento feito pela Dra. Milena Cornacini, Nutricionista Clínica, Esportiva e Ortomolecular, Mestre e Doutora em Nutrição e Consultora Técnica da Katayama Alimentos, uma das principais indústrias avícolas do país, mostra os benefícios e indicações médicas e cada substância presente no ovo. A tabela completa deste estudo, com a composição média nutricional do ovo, pode ser acessada abaixo.

Veja quanta coisa tem por dentro desse “gigante” da alimentação universal e se surpreenda!
Promove o ganho de massa muscular. O ovo é rico em proteínas, essencial para o desenvolvimento muscular. Além de um coquetel formado por ácido aspártico, ácido glutâmico e leucina, aminoácidos, que estimulam a produção de massa muscular; e fósforo, lisina e sódio, que mantêm a saúde dos músculos.

Previne o envelhecimento precoce graças à luteína, magnésio, selênio, serina, vitaminas A e E, que têm ação antioxidante, protegendo as células sadias do organismo da ação dos radicais livres.

Na gestação e infância é importante na formação óssea devido ao cálcio. Ao lado do magnésio, o cálcio também ajuda a reduzir riscos de pré-eclâmpsia. A vitamina D atua na prevenção da diabetes gestacional. O ferro e as vitaminas B6 e B12 influenciam no desenvolvimento do feto e no crescimento infantil.

Ossos mais fortes mesmo na idade adulta. O cálcio presente nos ovos continua fazendo a diferença, pois previne osteoporose e fraturas. Fósforo, lisina e vitamina D contribuem para a saúde de ossos e dentes.
Reduz o risco de diabetes graças ao potássio e vitamina D. Mesmo para quem já tem diabetes o ovo é benéfico, pois é rico em magnésio e vitaminas B6 e E, que auxiliam no controle da doença.

Melhora o desempenho de exercícios físicos, já que o ovo é fonte de energia, rico em lipídeos, arginina e leucina.
Excelente para aumentar a imunidade, pois contém vitaminas, em especial a D, minerais como selênio e zinco, e ácido aspártico e ácido glutâmico.

Auxilia na cicatrização da pele e pós-operatória. Fonte de zinco, arginina, lisina, vitaminas A e E, que atuam no crescimento celular e se refletem na reparação dos tecidos.
Protege o fígado. A presença de arginina, colina e vitamina E ajudam a diminuir a quantidade de gordura no fígado, e o selênio reduz a inflamação causada pela gordura.

Alívio para os sintomas da TPM graças à presença do cálcio e do magnésio que juntos diminuem a contração muscular do útero, aliviando cólicas e dores nas costas e de cabeça. A vitamina B6 evita o inchaço e proporciona bem-estar.
Contribui para a saúde dos olhos. Os ovos são uma boa fonte de luteína e zeaxantina, que protegem contra a oxidação de lipoproteínas e estão envolvidos na acuidade visual, reduzindo riscos de doenças oftalmológicas, como degeneração macular e catarata. Também são fontes de vitaminas E e D, compostos com ação antioxidante e anti-inflamatória que auxiliam na proteção da visão.

Imagem: Divulgação

, ,

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.