Transforma Brasil lança frente nacional de combate à fome em parceria com o WFP da ONU

Com o cenário da pandemia, a situação de insegurança alimentar foi agravada – mais de 60% da população não têm acesso pleno e permanente à alimentação

O Transforma Brasil, SocialTech que conecta projetos sociais de todo o país a voluntários de acordo com perfil e áreas de interesse, além de desenvolver iniciativas de engajamento cívico e responsabilidade social, lançou no dia 27 de maio, a “Missão Alimentar”, uma frente nacional de combate à fome, desenvolvida em parceria com o Programa Mundial de Alimentos (WFP), da ONU, que recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 2020.

A Missão Alimentar será dividida em quatro fases ao longo do ano, sendo a primeira o “Silêncio da Fome”, etapa emergencial iniciada em maio, que visa a arrecadação de alimentos e de recursos para a compra de cestas básicas. Hoje, 116,8 milhões de brasileiros não têm acesso pleno e permanente a alimentos, o que corresponde a cerca de 60% da população. Desses, 70% estão localizados na região nordeste do país.

O empresário Rony Meisler foi convidado pelo Transforma Brasil para ser o embaixador da campanha, tendo como missão a articulação com a iniciativa privada, formadores de opinião e criadores de conteúdo para se juntarem à campanha realizando doações e, claro, engajando a sociedade civil a fazer o mesmo. A campanha receberá doações em dinheiro pelo site www.missaoalimentar.com.br e também de alimentos não perecíveis, que poderão ser deixados em pontos de coleta do Transforma Brasil (consultar site).

“Fiquei extremamente honrado com o convite para representar uma causa tão importante quanto essa. Vou bater na porta dos mais importantes empresários e formadores de opinião do país para se juntarem conosco nessa luta para silenciar a fome”, diz Rony Meisler.

O Transforma Brasil vem desenvolvendo uma série de iniciativas de combate à fome desde o início da pandemia. Em 2020, criou o Fundo Transforma Brasil, que arrecadou mais de R﹩ 31 milhões, financiando alimentação para mais de 400 mil famílias em todo o território nacional. Neste ano, criou o movimento Tamo Junto na Luta, que já arrecadou mais de R﹩ 5 milhões e doou mais de 30 mil cestas básicas em todo o país. E agora, se junta ao Programa Mundial de Alimentos (WFP), da ONU, para lançar a “Missão Alimentar”.

“A situação da fome no Brasil foi gravemente intensificada pelos impactos da pandemia da Covid-19. Precisamos do engajamento da iniciativa privada, formadores de opinião e da sociedade civil para vencermos essa batalha. O WFP e o Rony são pilares fundamentais para conseguirmos expandir essa corrente e envolver todos os brasileiros nas doações”, explica Fábio Silva, fundador do Transforma Brasil.

Hoje, em meio à pandemia, cerca de 20% da população brasileira está em situação de insegurança alimentar, que é quando alguém não tem acesso pleno e permanente à alimentação, nos mais variados níveis: leve, moderado ou grave. Dados são do Inquérito Nacional sobre Insegurança Alimentar no Contexto da Pandemia da Covid-19 no Brasil, desenvolvido pela Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar (Rede PENSSAN), mostram que 116,8 milhões de brasileiros não têm acesso pleno e permanente a alimentos.

Desses, 43,4 milhões (20,5% da população) não contavam com alimentos em quantidade suficiente (insegurança alimentar moderada ou grave) e 19,1 milhões (9% da população) estavam passando fome (insegurança alimentar grave). O estudo foi desenvolvido entre 5 e 24 de dezembro de 2020.

Dentro da Missão Alimentar, o WFP, da ONU, trará informações técnicas sobre o problema da insegurança alimentar, além de auxiliar no mapeamento das áreas mais críticas a serem priorizadas na destinação dos alimentos. No Brasil, o WFP atua por meio do Centro de Excelência contra a Fome, um ecossistema global de diálogo sobre políticas públicas, aprendizado, capacitação e assistência técnica para promover ações contra a fome.

“Neste momento, toda a sociedade precisa atuar em conjunto para apoiar as famílias mais vulneráveis. Mas é essencial que possamos também pensar em soluções duradouras de combate à fome, por meio da disseminação de boas práticas e desenvolvimento de políticas públicas”, explica Daniel Balaban, representante do Programa Mundial de Alimentos (WFP) no Brasil e Diretor do Centro de Excelência contra a Fome.

O Programa Mundial de Alimentos (WFP) é a maior agência humanitária das Nações Unidas, salvando vidas em emergências e, por meio da assistência alimentar e de projetos de segurança alimentar e nutricional, contribui para a paz, estabilidade e prosperidade das pessoas que se recuperam de conflitos, de desastres e do impacto das mudanças climáticas. No Brasil, o WFP é representado pelo Centro de Excelência contra a Fome, que apoia países em desenvolvimento na criação e implementação de soluções sustentáveis ​​contra a fome, inspirados em experiências de sucesso desenvolvidas no Brasil. O Centro de Excelência do WFP no Brasil também atua como um centro global para o diálogo político e conhecimento sobre os sistemas alimentares.

Mais informações estão disponíveis no site: https://www.missaoalimentar.com.br

Doações podem ser realizadas através de Transferência Bancária:
Associação Transforma Brasil
CNPJ 35.815.056/0001-89
Banco Itaú
Agência 7123
Conta 38401-3
Chave Pix: [email protected]

 

Fonte: Transforma Brasil

Imagem: Divulgação

, , ,

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.