Sessão Poesia: Estelar

Olhei para meu Universo.
Vi ali uma galáxia inteira.
Tão amplo, tão vasto, tão repleto de verdades.
Possibilidades.
Infinidades.
Adentrei por espaços, por meios de mim mesma, onde a sombra refletia dentro de um clarão, onde ali, repousava toda beleza e infinitude de minh’alma.
Minh’alma é meu templo,
Meu espaço sagrado.
Consagrado.
Quebrei as sombras, adentrei meus espaços sombrios, e pude trazer para meu eu, para meu Universo, toda amplitude de Amor que eu aceito viver.
Lua que vem para amansar meus instintos…
Sol que faz meu interior brilhar …
Estrelas que são a luz do meu caminhar.
Sou uma Galáxia de possibilidades.
Sou Estelar.

Por: Fernanda Bortolança
Instagram: @fernanda_bortolanca

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.