Saiba quais são os alimentos tóxicos para cães e gatos

O aumento da ligação de afeto entre os seres humanos e animais de companhia é uma tendência global, inclusive no Brasil. Isso gera, sem sombra de dúvidas, um maior cuidado com a saúde e longevidade dos animais. Mas por outro lado, esse afeto pode levar à “humanização” dos pets, gerando muitas vezes, consequências negativas, principalmente relacionadas à nutrição dos mesmos.

Muitas substâncias presentes em alimentos destinados para o consumo humano podem ser tóxicas para cães e gatos e a falta de informação por parte dos tutores pode trazer muitas consequências à saúde de seus pets.

O seu cãozinho ou gatinho pode até “parecer gente”, mas apresenta o metabolismo diferente do seu. Portanto, alguns alimentos consumidos por você e sua família podem ser fatais para os pets, ainda que consumidos em pequenas quantidades.

Você sabe quais alimentos não devem ser oferecidos de forma alguma aos pets? Nós listamos alguns deles:

– Cebola: A alimentação natural é um fenômeno recente e está cada vez mais frequente no manejo nutricional dos pets. Mas é importante saber que durante o preparo dessa dieta caseira, o uso de cebola é extremamente proibido, por possuir composto tóxico para cães e gatos, sendo eles sulfóxidos e sulfetos alifáticos, podendo provocar anemias severas.

– Chocolate: o chocolate possui um componente chamado teobromina, o qual é metabolizado de forma muito lenta pelo organismo de cães e gatos, aumentando sua predisposição à intoxicação. Mesmo um pedacinho pequeno daquele ovo de páscoa ou chocotone delicioso, pode ser fatal para os pets!

– Chá, Café: ambos possuem cafeína, que de forma semelhante à teobromina, pode intoxicar os pets! Nada de deixar a xícara de café dando sopa pros bichanos em cima da mesa!

– Uva: Ainda que desconhecida a toxina presente nas uvas, há relatos de intoxicações em cães e gatos e, portanto, seja ela in natura ou uva passa, não deve ser oferecida aos pets!

– Abacate: Todas as partes do abacate (fruto, caroço e folhas) são potencialmente tóxicas para cães e gatos, por conterem uma toxina chamada persina. O abacate possui um alto teor de gordura, podendo ser extremamente palatável para esses animais. Aquela história de que os cães sabem quando o alimento está estragado ou quando é tóxico para eles, é furada. Mantenha o abacate bem longe dos pets!

Está surpreso mas mesmo assim quer oferecer uma alimentação mais saudável para os seus pets? Agora que você já sabe dos riscos que alguns alimentos oferecem aos pets, não deixe de procurar um médico veterinário antes de fazer qualquer alteração na alimentação deles! O médico veterinário é o seu melhor aliado na busca de uma saúde melhor para o seu filho de estimação!

Fonte: Simone Amitay – Médica Veterinária – Mundo Animal

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.