O que a cera do ouvido conta sobre a sua saúde

A cera de ouvido pode contar sobre o estado de saúde de cada pessoa, descubra como com as orientações de uma especialista

Nosso corpo conta com diferentes mecanismos de defesa que nos acompanham desde o nascimento. Além das células do sangue, contamos com barreiras físicas como cílios, suor e a cera do ouvido, que é produzida pelas glândulas sebáceas da orelha para proteger o órgão auditivo.

O cerúmen, como também é conhecido, tem ainda uma outra função, recém descoberta: contar um pouco sobre o estado de saúde de cada pessoa.

A Dra. Maura Neves, médica otorrinolaringologista da capital paulista, conta que pesquisadores da Universidade Federal de Goiás descobriram recentemente que a cera possui biomarcadores que contêm dados do metabolismo e podem indicar a presença de doenças como diabetes e até câncer.

“O estudo inicial diagnosticou com sucesso linfoma, leucemia e carcinoma. Futuramente, e com mais testes, acreditamos que outros tipos de câncer poderão ser detectados, ajudando no diagnóstico e tratamento desta doença tão severa”, conta.

A quantidade de cerúmen para realizar a detecção também é pequena: 20 mg.

E embora muita gente se sinta incomodada com a presença da cera, não é preciso removê-la dos ouvidos com o uso de hastes de algodão – pelo contrário! Dra. Maura lembra que o próprio corpo expulsa a cera excessiva do ouvido e o uso das hastes pode ferir a delicada pele do ouvido, além de causar entupimento, prejudicando a audição.

“A redução auditiva pode ter diferentes causas, além do excesso de cera. O câncer de ouvido é um deles. Esse tipo de doença pode acometer a pele do canal auditivo ou tumores benignos na região”, diz a médica, “a consulta com o otorrino diante da redução ou perda de audição é essencial para o correto diagnóstico e tratamento”. Dra. Maura lembra ainda que outros sintomas de que algo não vai bem com os ouvidos são tontura, zumbido e até paralisia facial.

 

Fonte: Dra. Maura Neves

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.