Mulheres são fundamentais no papel das empresas farmacêuticas

Apesar das mulheres estarem cada vez mais presentes nas empresas e companhias, ainda há uma diferenciação nas oportunidades em relação aos homens. Segundo relatório produzido pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), a presença das mulheres no setor farmacêutico é 20% menor se comparado ao público masculino, além da diferença entre os níveis salariais e ao acesso à educação.

Entretanto, na contramão desta estatística, empresas como a Singular Medicamentos, uma das maiores do setor farmacêutico especializada em medicamentos especiais, possuem maior presença das mulheres em cargos gerenciais em relação aos homens. A empresa conta em seu quadro de funcionários, atualmente, 66% dos cargos gerenciais ocupados pelas mulheres. Além disso, naturalmente, a empresa conta com maior presença delas nas demais ocupações.

A empresa tem como valores dar um atendimento humanizado através dos serviços aplicados aos seus clientes. Isso possibilita a garantia de tratamento e no acompanhamento por parte da equipe de Gestão de Pacientes. “O que nos diferencia é o atendimento humanizado que temos com cada cliente, cada atendimento é único onde o mesmo se torna personalizado,” explica Pamella de Souza, Executiva de Contas Jr da empresa.

Tanto na área Comercial quanto no setor administrativo é sentido a maior presença feminina entre os colaboradores. “A maior porcentagem de nossas clientes são mulheres, sendo assim, percebo que muitas se sentem mais à vontade por compartilhar sua necessidade e história conosco”, afirma Mayara Barros, Executiva de Contas Jr da Singular Medicamentos.

Além disso, a Singular Medicamentos preza pela qualidade das atividades relacionadas a cada setor. Atualmente, a empresa tem implementado o ISO 9000, qual avalia a qualidade e processos internos, o que figura ainda mais a definição de cada meta aplicada para crescimento da empresa farmacêutica, e também, de cada colaborador. Outro ponto muito bem salientado pelos colaboradores é da igualdade nas oportunidades, benefícios, direitos e obrigações. “É fundamental citar o papel da liderança, que tem como objetivo desenvolver os talentos dentro da sua equipe, acompanhando, orientando e identificando os pontos a serem desenvolvidos, trazendo feedbacks para que o colaborador saiba suas atividades e o seu papel dentro da organização, e se está desempenhando da maneira correta, além de trazer oportunidades para revisar seu comportamento, possibilitando seu crescimento”, aponta Marina Corrêa, Analista de RH da Singular Medicamentos.

10 anos de pioneirismo com atuação das mulheres

Desde sua fundação, a Singular Medicamentos sempre contou com o protagonismo das mulheres no crescimento da empresa. Apesar de ser um setor ainda, de certa forma, considerado conservador, a Singular acaba dando mais vozes para as mulheres nas tomadas de decisão, “vemos que em muitas empresas ainda existe desigualdade em relação a isso. A mulher tem um potencial enorme, precisamos dar vozes a todas nós”, conclui Mayara.

“Vivemos em uma sociedade que ainda precisa evoluir muito (em todos os sentidos), mas falando sobre o mundo corporativo, ainda vemos muito preconceito com uma mulher assumindo altos cargos dentro de uma empresa.”, afirma Marina. Este entendimento sobre temas pertinentes de igualdade no mercado de trabalho, e contar com uma mescla de faixas etárias, agrega ainda mais para o crescimento ideológico da empresa. Segundo a analista de RH “a gestão de pessoas está atuando para que cada dia os colaboradores tenham mais envolvimento com todas as mudanças e com o crescimento da organização, isso traz engajamento do público interno”.

É por meio dessa autarquia e experiência feminina que a responsabilidade de promover ações e contribuições aos clientes, passa por processos e definições segmentadas, e tendo mulheres no comando, a direção da empresa acredita que as atividades realizadas pelos colaboradores possam atrelar conceito e objetividade, mas sem deixar de ter a participação masculina em processos de desenvolvimento estratégico. “Acredito que ambos, sendo homem ou mulher tem capacidade de tomar decisões em cargos dentro de uma empresa. O sexo não define seu potencial! É necessário e extremamente importante que haja igualmente nesse quesito”, afirma Mayara.

 

Fonte: Mayara Barros, Executiva de Contas Jr da Singular Medicamentos

Imagem: Divulgação

, , ,

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.