Falta de chuva faz Aneel acionar a bandeira vermelha 2 e conta de luz subirá em Junho

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou que vai acionar a bandeira vermelha 2, o que encarece a conta de luz de junho, em meio a uma seca histórica na região das hidrelétricas.

A bandeira tarifária que vigorou em maio foi a vermelha 1. A bandeira vermelha 2 é a mais cara das tarifas, representando uma cobrança adicional de R$ 6,24 para cada 100 kWh consumidos.

Segundo nota da Aneel, o mês de maio foi o primeiro da estação seca nas principais bacias hidrográficas do Sistema Interligado Nacional (SIN) e registrou “condições hidrológicas desfavoráveis”.

O Ministério de Minas e Energia disse que ainda não planeja acionar as térmicas do programa emergencial, que seriam usadas para poupar a água acumulada nos reservatórios.

O Sistema Nacional de Meteorologia (SNM) emitiu Alerta de Emergência Hídrica para o período de junho a setembro, na região da Bacia do Paraná, que abrange os estados de Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Paraná. A informação foi repassada pelo Ministério da Agricultura em nota conjunta com institutos que integram o sistema. Segundo o comunicado, durante esse período, a região deverá ter o menor volume de chuvas (estação seca).

Em meio à crise econômica provocada pela pandemia, o consumidor deve ficar atento e tomar todas as medidas de economia de energia necessárias para evitar que a conta de luz seja mais um agravante da situação preocupante enfrentada pelos brasileiros, que já encontram-se em dificuldades para manter outras contas em dia.

No site da Aneel, é possível encontrar algumas orientações para diminuir o consumo de energia elétrica nas residências. O link para acesso é o https://www.aneel.gov.br/espaco-do-consumidor.

 

Fonte: Aneel

Imagem: Divulgação

, , , , , ,

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.