Cuidados com a pele no outono incluem reforço na hidratação e cremes que favorecem nutrição celular

Teoricamente, uma boa dieta, ingestão de água, hidratante e fotoprotetor são as chaves para conquistar uma pele saudável. Mas cada estação do ano possui características específicas que impactam diretamente a pele e com as quais precisamos ficar atentos. Por exemplo, não é somente a falta de água que desidrata a pele, sabia?

“Beber água na medida certa ajuda a manter a pele hidratada, mas isso não é o suficiente. A ausência de sais minerais também pode deixar a pele desidratada. Além disso, os hidratantes são fundamentais para evitar a perda de água da pele”, comenta a farmacêutica Maria Eugenia Ayres, gestora técnica da Biotec Dermocosméticos. “Devemos considerar também que fatores comuns das épocas mais frias do ano, como o uso de aquecedor, banhos mais quentes e longos e menor transpiração e ingestão de água também podem favorecer a desidratação da pele”, explica a Dra. Roberta Padovan, médica pós-graduada em Dermatologia e Medicina Estética. Por isso, é fundamental adaptarmos a rotina skincare a cada estação para atendermos as necessidades específicas na pele.

O clima frio é o momento ideal para o uso de ácidos, desde que seja feito com a orientação de um dermatologista. “Os ácidos estimulam a renovação celular da camada mais externa da pele, diminuindo a coesão das células e reduzindo a espessura da camada de queratina, o que torna a pele mais luminosa e com uma textura mais uniforme”, destaca o dermatologista Dr. Daniel Cassiano, da Clínica GRU e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Mas cuidado para não utilizar esses produtos de forma exagerada, pois, caso contrário, pode ocorrer um ressecamento extremo da pele com consequente surgimento de irritação e vermelhidão. Quem possui hipersensibilidade e sofre excessivamente com os ácidos pode apostar em produtos que oferecem ação similar, mas sem causarem efeitos colaterais, como o Retintense 5.0, da Ada Tina Italy, um sérum ultra rejuvenescedor e clareador da pele desenvolvido com Peptídeos Retinol Like, ativos quatro vezes mais potentes que o Retinol Puro e capazes de aumentar em 20% a produção de colágeno na pele, conferindo efeito lifting, harmonização facial, preenchimento de rugas e clareamento de manchas sem causar efeitos colaterais.

O mais importante é reforçar a hidratação. “O ideal é buscar, por exemplo, produtos à base de Fosfolipídeos, que formam uma segunda camada de proteção e protegem a pele de forma mais efetiva contra a perda de água por evaporação. A associação do ácido hialurônico de alto e baixo peso molecular também é uma ótima opção, pois os ativos atuam em sinergia para estimular a produção de hidratação natural em todas as camadas da pele, combatendo o ressecamento de forma eficaz”, comenta a dermatologista Dra. Paola Pomerantzeff, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Uma estratégia eficiente nesse período para os cuidados com a pele é a inclusão de um creme nutritivo na rotina skincare, que pode ser usado em alternância aos ácidos para favorecer o reparo da barreira cutânea, a nutrição, hidratação, o processo de reorganização da estrutura. Um dos destaques, nesse sentido, é o ativo francês Oligomix®. Trata-se da associação de oligoelementos de sais minerais (cobre, zinco, magnésio e manganês). “Esses elementos associados em um único ativo possuem ação contra o estresse e fadiga da pele, ao mesmo tempo em que protege contra os radicais livres e inflamação. Por isso, quando inserido em cremes como hidratantes, anti-aging, antiacne, limpeza facial, dentre outros, o Oligomix® pode devolver à pele os componentes perdidos durante períodos secos e de desidratação da pele”, explica Maria Eugenia. “O creme pode ser ainda mais potente com a adição do G.P.S Trealose, cuja função é hidratar, proteger e devolver a proteção celular da pele”, completa a farmacêutica.

Para ajudar no processo, alguns nutracêuticos também são recomendados para uma hidratação dinâmica (de dentro para fora): “FC Oral, ou as chamadas cápsulas de caviar, contém um componente importante, o ômega 3 vetorizado pelo fosfolipídeo, que possui uma identidade com a membrana celular. Dessa forma, o ativo promove uma hidratação de dentro para fora, restaurando os danos dessa membrana e também promovendo melhora da fluidez, isto é, permite que os nutrientes sejam absorvidos de uma forma mais plena, o que também traz resultados para a hidratação”, explica a nutricionista Luisa Wolpe Simas, consultora de nutrição integrada da Biotec Dermocosméticos. A cápsula FC Oral pode ser consumida uma vez ao dia.

As estações mais frias são ideais para esfoliar a pele de forma a aproveitar a baixa incidência do sol para não ter problemas com a renovação das células mais superficiais da pele, além de também tornar o tecido mais receptivo para receber a hidratação. Um produto interessante para essa etapa é o Esfoliante Facial Tribeca, da B.URB, capaz de remover impurezas e células mortas da pele, desobstruindo os poros e ajudando na renovação celular. Com sementes de Apricot (damasco) em sua composição, o produto é ideal para higienizar e hidratar o tecido cutâneo.

Os procedimentos em clínica também reservam novidades interessantes para melhorar a textura da pele e rejuvenescer. Para o tratamento de rugas, o laser Pro Collagen promove um efeito fototérmico que resulta no rejuvenescimento facial. “O tratamento faz uma ‘ablação’, ou seja, ele queima os tecidos. O organismo entende que aquele tecido não serve mais, então ele será eliminado, ocorrendo ao mesmo tempo o estímulo para um novo colágeno. Com isso, temos uma melhora da textura da pele e de rugas, por meio da neocolagênese”, explica a Dra. Ana Paula Urzedo, dermatologista membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Apesar de não ser um tratamento indolor, o procedimento é bem tolerado com a aplicação de anestésico tópico. No geral, são necessárias três sessões, com intervalo mensal.

Mas os tratamentos rejuvenescedores a laser nem sempre precisam lesionar a camada mais superficial da pele – o que exige alguns dias longe das atividades diárias. Um exemplo é o Total Remake, um laser Erbium Glass com comprimento de onda de 1350 nanômetros. “Este laser tem afinidade pela água, sendo interessante para tratamentos onde a produção de colágeno é desejada. Esse é um tratamento não ablativo, ou seja, não faz furinhos na pele, mas age na derme promovendo coagulação, o que estimula colágeno”, explica a dermatologista Dra. Daniella Curi. O tratamento também melhora as cicatrizes de acne, poros abertos e a textura da pele, ajudando a tratar linhas finas. Apesar de não lesionar a camada superficial, o tratamento não é indolor, mas o uso de anestésico tópico ou resfriador externo auxiliam bastante no manejo dessa sensação. No geral, são indicadas de três a cinco sessões, com intervalo mensal entre elas.

Outra aposta é o Ultraction 3D, uma tecnologia minimamente invasiva de ultrassom microfocado que produz energia mecânica. “Em contato com o tecido (derme, subcutâneo e músculo), a energia é convertida em calor, criando zonas de coagulação nesses tecidos, o que estimula a produção de colágeno. Em suma, o ultrassom é uma tecnologia que vai estimular a contração dos tecidos e a produção de colágeno novo, melhorando a qualidade da pele em termos de firmeza, textura e contorno, promovendo o efeito lifting”, afirma o dermatologista Dr. Luis Henrique Moura, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Independente de buscar ou não um procedimento rejuvenescedor, mesmo nas estações frias, o uso de fotoprotetor é indispensável. “É claro que os níveis de radiação solar são geralmente maiores no verão. No entanto, mesmo no frio e em dias nublados, a radiação UV está presente. Logo, é fundamental continuar com a aplicação diária de fotoprotetor. O ideal é que o produto contenha, no mínimo, FPS 30, proteção de amplo espectro (UVA/UVB/Infrared) e resistência à água, devendo ser reaplicado a cada duas horas”, diz o Dr. Daniel Cassiano. Pensando nisso, invista em protetores como o Bonelli Solare, da Be Belle, que possui FPS 30 e PPD 13,4 para oferecer alta proteção contra a radiação UVA e UVB e combater todos os tipos de danos causados pela exposição solar, além de conferir ação hidratante, antioxidante e rejuvenescedora, prevenindo rugas, manchas, flacidez, câncer de pele e queimaduras solares ao mesmo tempo em que promove potente hidratação sem deixar a pele oleosa.

 

Fontes: Dr. Daniel Cassiano (Dermatologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica); Dra. Paola Pomerantzeff (Dermatologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica); Dra. Roberta Padovan (Médica Pós-graduada em Dermatologia. Graduada em Medicina pela Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE) e especialista em Medicina Estética e Dermatologia pela INCISA.); LMG (empresa que atua no mercado nacional tendo como objetivo de trazer soluções completas em equipamentos para tratamentos estéticos e dermatológicos); Maria Eugenia Ayres (Graduada em Farmácia Industrial pela Faculdade Oswaldo Cruz com Pós-Graduação em Farmacologia Clínica); + (nutricionista e consultora de nutrição integrada da Biotec Dermocosméticos)

Imagem: Divulgação

 

 

, ,

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.