Confiança da indústria teve nova alta em junho de 2021, diz CNI

Índice avançou pelo segundo mês consecutivo e está próximo dos patamares registrados durante a recuperação econômica do segundo semestre de 2020.

A indústria segue confiante na economia. É o que mostra o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI), medido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), em junho. O indicador atingiu 61,7 pontos e está próximo dos patamares registrados no segundo semestre de 2020, período de forte recuperação da economia brasileira. O índice varia de 0 a 100, sendo que, quanto maior e mais distante da linha divisória dos 50 pontos, maior e mais disseminada é a confiança.

O gerente de Análise Econômica da CNI, Marcelo Azevedo, lembra que esse otimismo é importante para estimular a produção, o investimento e a geração de empregos. “A percepção da indústria quanto às condições atuais da economia e das empresas avançou significativamente neste mês, demonstrando uma percepção mais positiva do estado atual da economia brasileira e das empresas”, explica Marcelo Azevedo.

O ICEI é composto por dois fatores: Índice de Condições Atuais e Índice de Expectativas. O primeiro cresceu 4,6 pontos para 54,8 pontos e se afastou de qualquer percepção negativa sobre o momento atual da economia e da empresa. O segundo, que já estava em um alto patamar, avançou 2,5 pontos, atingindo 65,1 pontos, o que indica ainda mais otimismo da indústria para os próximos seis meses.

 

, , ,

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.