Combate à dengue: arrastões aconteceram no Jardim Fátima, Florença e Luiza Maria nesta semana

Agentes de controle de endemias realizaram arrastões no Jardim Fátima, Jardim Florença e Jardim Luiza Maria nesta semana para recolher objetos que poderiam servir como criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue.

Para segurança dos moradores e das equipes que realizam as atividades, as visitas aos imóveis são realizadas de acordo com as medidas de higiene e proteção contra o novo coronavírus, causador da covid-19.  Durante a ação, os agentes usaram luvas e máscaras, além de uniformes e crachá de identificação.

A Secretaria Municipal de Saúde já confirmou 678 casos de dengue em Araras. Desse total, segundo o último balanço divulgado, 667 são autóctones (contraídos no município) e 11 importados (contraídos fora da cidade). Além disso, outros 78 pacientes aguardam resultado de exame para diagnóstico e 254 suspeitas foram negativadas após análises clínicas.

“Recolhemos muitos objetos que acumulam água e servem como criadouro do mosquito Aedes aegypti. Os casos de dengue estão crescendo a cada dia e é muito importante que a população faça a sua parte para conseguirmos combater o mosquito e impedir novos casos da doença”, comentou a coordenadora do setor de Controle de Endemias, Luciana Cristina Coelho Bianco.

 

Fonte: Secom/Prefeitura de Araras

,

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.