Com AGO, Sicredi conclui prestação de contas de 2017

De janeiro a março deste ano, 76 assembleias de núcleos reuniram mais de 36 mil pessoas das agencias norte e noroeste do Paraná e centro-leste paulista; evento geral ratifica deliberações
Como parte da gestão transparente e democrática que incentiva a participação dos associados, a Sicredi União PR/SP realizou na última quinta-feira (dia 15) a 32a Assembleia Geral Ordinária. Todos os 122 coordenadores de núcleo participaram do evento, que fecha o ciclo de prestação de contas de 2017 da instituição financeira cooperativa reunindo, no total, mais de 300 pessoas na sede da Acema.
Antes da AGO, a Sicredi União realizou 76 assembleias de núcleos, uma para cada agência, também para apresentação de resultados e deliberação de temas como a divisão dos resultados (sobras) – essas assembleias tiveram a participação de mais de 36 mil pessoas, o que corresponde a 22% dos associados.
Na AGO foram apresentados os pareceres da auditoria da Ernst & Young e do Conselho Fiscal. O presidente da Sicredi, Wellington Ferreira, contou que foi a primeira vez que nas 76 assembleias de núcleos não houve nenhum voto contrário, ou seja, a prestação de contas, plano de expansão, destinação de recursos do Fates e outros assuntos foram aprovados por unanimidade.
Ferreira apresentou, ainda, aos coordenadores de núcleo os projetos das novas sedes: em Limeira, que será sede do centro-leste paulista e cujas obras terão início em 30 dias. A agência terá o novo leiaute e marca do sistema Sicredi. Já a agência Cafeara será inaugurada na semana que vem, num modelo de negócio inédito: será em dois containers instalados na praça da cidade. Também já está pronto o projeto da agência de Jaguapitã e está em fase de finalização o projeto arquitetônico da nova sede em Maringá.
Resultados de 2017
Nas 76 assembleias de núcleos foram apresentados os números de 2017. Por exemplo, a cooperativa ganhou mais de 30 mil associados em um ano, saltando de 134.302 para 164.919. Os ativos totais subiram de R$ 2,68 bilhões para R$ 3,28 bilhões, o que significa crescimento de 22,2%. Já os recursos totais foram ampliados, entre 2016 e 2017, de R$ 1,93 bilhão para R$ 2,36 bilhões, o que representa um acréscimo de 22,7%.
O resultado (sobras) ultrapassou R$ 54 milhões, sendo que mais de R$ 20,1 milhões são destinados aos associados. Deste valor, R$ 15,8 milhões referem-se à remuneração do capital social e R$ 4,3 milhões de distribuição de sobras feita de forma proporcional aos negócios com a cooperativa. Aliás, o capital social foi remunerado em 10%, que é acima do rendimento da poupança mais Taxa Referencial (TR) do ano passado e bem acima da inflação, de quase 3%.

Assessoria de Imprensa da Sicredi União PR/SP – Centro Leste Paulista
Marcelo Basso | (19) 3302-0100

, ,

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.