CNN Séries Originais estreia nesta quinta (26) série sobre o Brasil chamada “O Celeiro do Mundo”

‘A Riqueza da Terra’ é o tema do primeiro episódio que vai ar nesta quinta-feira.

O CNN Séries Originais estreia nesta quinta-feira (26/08), às 22h30min, uma série especial sobre uma das regiões mais ricas do Brasil: o Centro-Oeste. Conhecida como “celeiro do mundo”, o território tem se tornado um importante pólo econômico nacional fora do eixo Rio-São Paulo.

Com desenvolvimento de tecnologia de ponta e técnicas inovadoras para melhor aproveitar o solo, sem aumentar os impactos ambientais, a região traz possibilidades importantes para a economia do país. “A produção cresceu de maneira espetacular. Muito investimento em tecnologia, em genética, em melhores práticas para os agricultores”, conta o presidente da FS Bioenergia, Rafael Abbud.

Segundo a Embrapa, até o ano de 2050, a produção brasileira de grãos pode superar 500 milhões de toneladas. O crescimento brasileiro no setor tem se destacado em relação ao cenário mundial. Entre 2011 e 2020, enquanto a média mundial de produção de grãos cresceu 2,03%, a produção brasileira evoluiu mais que o dobro, 5,33%.

A série traz histórias de quem atua há muito tempo na região e acompanhou toda essa evolução, como a do produtor rural, Elso Pozzobon. “Vim como funcionário de uma cooperativa, no ano de 1985, sediando inicialmente em Diamantino, a cidade mais próxima de Cuiabá, posteriormente em meados de 91, deixei o emprego e vim para Sorriso traçar o meu futuro particular por iniciativa própria”.

A produção agrícola brasileira é responsável por alimentar 800 milhões de pessoas em todo o mundo. E boa parte tem origem na região central do Brasil, que além da elevada produção de grãos, também vê a criação de gado ganhar uma importância cada vez maior no cenário mundial. O faturamento com as exportações de carne bovina, por exemplo, aumentou mais de 4% em comparação com 2020, ultrapassando quatro bilhões de dólares.

“Desses 30% exportados, metade é China. Antigamente era Rússia, era Egito, a gente tinha outros países que eram grandes consumidores, hoje a China é o principal player na exportação de carne brasileira”, conta o leiloeiro Ricardo Nicolau.

A riqueza do milho na região possibilita a produção de cinco produtos diferentes: etanol, óleo e três tipos de fibras ricas em proteínas. “Através do milho, a gente tem como carro-chefe a transformação em etanol, bem como em produtos de nutrição animal”, conta Fernando Martinelli, gerente industrial da FS Bioenergia.

Fonte: CNN Brasil

, , , ,

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.