Câmara Municipal de Araras devolve mais de meio milhão de reais aos cofres da prefeitura

O Poder Legislativo de Araras devolveu na última segunda-feira (07) aos cofres da prefeitura o valor de R$ 505.040,94 (quinhentos e cinco mil, quarenta reais e noventa e quatro centavos), resultado de economia gerada nos quatro primeiros meses deste ano.

A medida de racionalização, implantada no início do mandado pela Mesa Diretora da atual Legislatura, sem comprometer o funcionamento da Casa e nem o desempenho dos vereadores e servidores cortando despesas com o uso de veículos, uso de celulares e energia elétrica, gerou mais esta grande economia ao Poder Legislativo o que possibilitou na devolução desta considerável quantia de mais de meio milhão de reais aos cofres da prefeitura municipal.

Somando aos R$ 2.347,086,59 (dois milhões, trezentos e quarenta e sete mil, oitenta e seis reais e cinquenta e nove centavos) devolvidos no ano passado, a Câmara já enviou à prefeitura municipal nos últimos 17 meses o total de R$ 2.852,127,53. (Dois milhões, oitocentos e cinquenta e dois mil, cento e vinte e sete reais e cinquenta e três centavos), sendo a maior devolução de recursos nos últimos sete anos. Conforme acordo informal entre os Poderes Legislativo e Executivo, o dinheiro será aplicado pelo prefeito municipal, Pedro Eliseu Filho (PSDB), nas áreas da Saúde e da Ação e Promoção Social.

O envio da sobra de recurso à prefeitura a cada três meses ou em qualquer período dentro do ano, foi introduzida à Lei Orgânica do Município de Araras no mês de maio do ano passado, após à aprovação dos vereadores do projeto de Lei de autoria do atual presidente da Câmara Municipal em exercício, Carlos Alberto Jacovetti (REDE) e, assinado pelos vereadores Pedro Eliseu Sobrinho, Anete Monteiro dos Santos Casagrande (PSDB), Eduardo Elias Dias (PHS), Jackson de Jesus (PROS), José Roberto Apolari (PTB) e Romildo Benedito Borelli (PSD).

 

Com informações da Diretoria de Comunicação da CMA

Nilson Zanchetta Jr.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.