Acima do peso? Confira dicas de como fazer uma dieta para o cachorro

Ninguém gosta de ficar acima do peso, inclusive o seu cão! A obesidade causa sobrecarga sobre as articulações, dificuldades locomotoras e respiratórias, além de aumentar o risco do animal desenvolver doenças como diabetes, artrite e câncer. Quando um animal desenvolve esse quadro, medidas como fazer uma dieta precisam ser tomadas imediatamente!

Mas, como fazer uma dieta para o cachorro? Se costuma ser difícil para nós, imagine para eles! Porém, processo é necessário para garantir a saúde do bichinho e o ideal é que toda família se envolva, deixando uma pessoa responsável pela alimentação e as outras em cargo dos exercícios.

Identifique a fonte da obesidade
O melhor jeito de identificar a obesidade no seu cachorro é visualmente – usar o peso como referência deixa margens para muitos enganos.

Observe a silhueta do animal por cima, devemos perceber uma “cintura” após o gradil das costelas. Se ela estiver muito visível, o animal está magro. Agora, se ela não aparecer de maneira alguma ele pode estar obeso.

Ao vê-lo de lado, analise se há uma diferença entre o tamanho do peito e do abdômen. Em animais saudáveis o abdômen costuma ser mais “retraído”, perto da cintura. Também observe se o abdômen está flácido, isso é uma indicação de obesidade.

Observe se as costas do cão está ampla e sem curvas, isso pode significar excesso de peso.

Coloque as mãos na costela do pet. Caso ele esteja saudável, você não conseguirá vê-las, mas sim sentir e contar cada uma com facilidade.

Caso os sintomas de obesidade apresentados acima estejam presentes, verifique o que o animal come. As embalagens de ração possuem a quantidade diária recomendada para os diferentes portes de cães. Caso nenhum excesso de alimentação seja identificado, leve o cão imediatamente para o veterinário. Doenças como o hipotireoidismo e hiperadrenocorticismo, por exemplo, podem fazer o pet ganhar peso e precisam ser identificadas e tratadas.

Mudanças na alimentação
A primeira mudança na alimentação que precisa ser tomada é parar de dar petiscos. Caso a alimentação do animal seja caseira, experimente dar comidas com alto teor de fibra e oferecer grandes quantidades de água, essa combinação ajuda a passar a sensação de saciedade. Frutas como melancia e melão também são uma boa opção devido ao seu baixo índice calórico.

O animal só come ração? Experimente abaixar a dose para o mínimo recomendável. Caso o animal já esteja comendo a quantidade mínima, experimente trocar para uma ração menos calórica. Também existem produtos light voltados especificamente para o emagrecimento canino. Nesses casos, ofereça somente a dosagem recomendada na embalagem.

Exercícios físicos
Assim como nos humanos, exercícios físicos ajudam o cachorro a perder peso. Brincadeiras e passeios são o melhor jeito de instigar o animal a se movimentar. Mas não puxe além do seu limite, comece com pequenas caminhadas de até 20 minutos e vá aumentando a distância e velocidade conforme sentir a disposição do cão. Outra ótima alternativa é comprar brinquedos que estimulem o animal a se exercitar sozinho, como bolinhas.

Consulte um veterinário
O veterinário é a pessoa que mais entende de como fazer uma dieta no cão. Caso todas abordagens iniciais não tenham feito efeito, ele também pode recomendar medicamentos especiais que ajudam o bichinho a perder peso, assim como identificar possíveis doenças.

 

Fonte: Canal do Pet – iG

,

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.