Ação da Patrulha Maria da Penha termina com prisão em flagrante

Uma ação da Patrulha Maria da Penha pode ter salvado a vida de uma mulher em Araras nesta segunda-feira (21). Durante a ocorrência, um homem acabou detido em flagrante por posse ilegal de arma de fogo.

De acordo com informações da Guarda Civil Municipal, uma mulher, que tem medida protetiva contra o ex-companheiro, caminhava pela rua Tiradentes quando percebeu que estava sendo seguida pelo homem. Neste momento, a vítima se escondeu em um café e acionou a patrulha por meio do WhatsApp.

Os GCM’s chegaram em poucos minutos e constataram que a vítima ainda estava escondida no estabelecimento comercial. No local, ela explicou que o ex-companheiro costumava andar armado.

A mulher foi conduzida até a Delegacia da Mulher e enquanto estava sendo ouvida, os Guardas perceberam a presença do possível agressor, que passava de carro em frente ao local. Ao ser reconhecido, o homem foi abordado para prestar esclarecimentos. Em revista ao veículo durante a ação, um revólver calibre 32 com numeração raspada e munições intactas foi encontrado.

Imediatamente, o suspeito recebeu voz de prisão e foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil, onde foi lavrado flagrante de posse ilegal de arma de fogo. O suspeito ficou detido
à disposição a justiça.

“Realizamos o acompanhamento dessa mulher desde o início da Patrulha Maria da Penha. Assim         que ela percebeu que estava sendo seguida, nos avisou por telefone, se escondeu e só saiu com a nossa chegada. Já na Delegacia, reconhecemos o agressor justamente devido às fotos e vídeos que foram passados durante todo o acompanhamento da mulher, o que fez toda diferença para o flagrante. A agilidade e facilidade no atendimento fazem toda diferença nessas ocorrências e podem salvar a vida das vítimas”, declarou o GCM Cristóvão, um dos responsáveis pela Patrulha Maria da Penha.

Aplicativo “Está Acontecendo” e Patrulha Maria da Penha

A Patrulha Maria da Penha é responsável por prestar assistência às mulheres vítimas de violência doméstica.

Com uma equipe exclusiva, formada pelos GCM’s Daiane e Cristóvão, as ocorrências são realizadas por meio do aplicativo “Está Acontecendo” e também por meio do telefone e  WhatsApp da equipe.

Além de ações emergenciais, a Patrulha também realiza o acompanhamento diário das vítimas com medidas protetivas, com informações e visitas presenciais. Atualmente, 13 mulheres são acompanhadas.

“Por meio do aplicativo e do telefone fazemos todos os contatos com as vítimas de violência doméstica diariamente. Temos acompanhado cada caso, esclarecendo dúvidas e também recebendo o maior número de informações sobre os possíveis agressores”, ressaltou Cristóvão.

Disponível somente para o sistema Android, inicialmente, aplicativo “Está Acontecendo” pode ser baixado no seguinte link:  https://play.google.com/store/apps/details?id=net.estacontecendo.android. Outras informações sobre a Patrulha Maria da Penha podem ser obtidas pelo telefone 3543-1547.

 

Fonte: Secom/Prefeitura de Araras

Imagem: Divulgação

, , , , , , ,

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.