Orientações para conciliar a maternidade e a carreira

Com o advento da tecnologia no dia a dia, as profissões e as formas de trabalho vem mudando muito. Carreiras antes inexistentes como BI (Bussiness Inteligence), Gerente de SEO, Gamers profissionais, entre outras surgiram. Aumentou o número de pessoas que conseguem fazer home office , compartilhar coworkings e/ou trabalhar da cidade em que for melhor. Assim, a maneira da troca de forças de trabalho vêm mudando e de se acumular capital também.

Todavia, não são todas as áreas que conseguem implantar essas inovações. Ainda há ofícios em que é preciso a presença dos funcionários diariamente em um local, outros exigem uma vestimenta padrão, e por aí vai!

Diante dessas constatações, algumas empresas, principalmente as que ainda precisam seguir horários fixos, vêm implantando melhorias para os seus colaboradores. A fim de mantê-los e aperfeiçoá-los. Afinal é mais fácil treinar um funcionário do que contratar. Essa notícia é muito boa para nós, mulheres, e mães.

O Brasil é conhecido por não apoiar a conciliação entre maternidade e a vida profissional. “Enfrentei muito resistência por ser mulher, mãe de dois filhos, e querer entrar em 2007 no mundo do franchising. Um mercado em que as cadeiras de

CEO’s são majoritariamente ocupadas por homens. Mesmo com todas as dificuldades após esses 10 anos consegui consolidar a Minds Idiomas nas 5 regiões do país. Hoje a minha rede de franquias fatura mais de 70 milhões de reais e já são 70 escolas”, comemora Leiza Oliveira, CEO da rede Minds English School.

Para ajudar você, mãe, e mulher, a conciliar a sua vida profissional\empreendedora com a criação dos seus filhos, veja 5 dicas para colocar em prática hoje elaborada pela Leiza Oliveira, CEO da Minds Idiomas:

Pesquise sobre a empresa em que deseja trabalhar
Estando você, empregada ou não, leia sobre as companhias que valorizam as mulheres. Seja para cargos de chefia, benefícios para os filhos, e a possibilidade de fazer home office. Lembre-se que a sua qualidade de vida depende também do local em que pretende trabalhar.

Se for começar um negócio: atente-se a quantidade de horas necessárias para operá-lo
Há muitas franquias\negócios que possibilitam uma renda extra, entretanto cuidado em “abraçar” muitas obrigações. Os seus filhos vão se tornar cidadãos melhores não pelo conforto que você oferece para eles e sim pelos ensinamentos\atenção diários. Se decidir empreender opte por um negócio estruturado e que valorize a maternidade. Na Minds temos condições adaptadas para franqueadas mães.

Divida bem o seu tempo
Sei que esse conselho é um dos mais difíceis de seguir. Afinal, imprevistos acontecem e as crianças têm o seu ritmo. Porém, é possível incluir alguns hábitos. Como: acordar e dormir no mesmo horário, comer de forma saudável, e distribuir o tempo de lazer com as crianças. Faça uma planilha, pode ser em excel mesmo, para ter um norte de como está indo com essa mudança.

Converse com o seu sócio e\ou gestor
O ideal é ter esse diálogo uma vez por semana. Fale sobre os seus objetivos profissionais, estabeleça as suas prioridades da semana, e se organize. Quando criamos uma direção e a enxergamos fica mais fácil cumprir com o combinado.

Aprenda com os seus filhos
Precisamos desmistificar essa ideia de que as crianças prejudicam a vida profissional. Filhos nos ensinam a ter foco, resiliência e alegria. E seja qual for o seu negócio e\ou carreira todos precisam desses três itens para ter sucesso no dia a dia.

 

Fonte: Leiza Oliveira – mãe de dois filhos, empreendedora, e faz a gestão de mais de 70 escolas de inglês da Minds Idiomas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.